outro sono

A bicicleta acompanha os músculos do corpo e a beleza se mistura com a máquina. Posso remendar a história, e seguir o cheiro do amor em fuga… Liquidada/arrasada, por dentro, pesam os braços. E os cães se perderam. Não faz sentido repetir e repetir as histórias desalinhavadas. Estou mesmo deprimida, triste e arrasada. Igual vai ter um dia, mais um dia na quinta – feira… Sendo depois um sábado e o domingo, outra segunda-feira. E vou voltar para a menina que me espera, descansaremos! Outro dia e outro sono. Elizabeth M.B. Mattos. janeiro de 2020 – Torres

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s