então acordei

Literalmente, te vi num sonho. Tu me dizias, convicto, como teria sido bom termos nos encontrado em outro tempo. O menino do verão conversa, sereno, comigo, e eu, a Beth velha, de hoje te escuta quase constrangida. Estávamos num sofá, e nos recostamos quietos, em paz, então acordo. Tua resiliência, teu foco preciso e inteligente: viagens noturnas, e  tristeza objetiva coerente de homem lúcido. Eu incapaz e triste! Então acordei, e não nos beijamos. Elizabeth M.B. Mattos – março de 2020 – Torres (fomos atropelados nesta vida, haverá segunda chance na velhice? Neste tempo que nos resta?Ou não seríamos razoáveis nem adequados ao nos encontrar? E não conversaríamos pacíficos.) Teremos vinte anos sem nos apartamos, sem machucar,apenas para encontrar amigos!? Elizabeth M.B. Mattos – março de 2020 – Torres

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s