assustada

Paulo Sérgio: um sonho tão bom! Encontro, ao acaso: colocaste a mão nos meus ombros como se fosse um abraço, e a doçura me envolveu. Voltei no tempo, e me senti protegida. Afinal, não vieste mesmo ao Sul.

Sonhei outro sonho: com os meninos e o genro, no perigo, em alto mar. Assustada perguntei o porquê desta estratégia de saltar, mas logo o neto se adiantou nadando, e eu vi um porto. Afogados?

Escrevo às pressas porque os sonhos vieram nítidos.Beth Mattos – maio de 2020 – Torres

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s