LOLITA

” Os grandes romances abalam; e então, depois que o choque se enfraquece, sentimos os abalos secundários“.(p.369) Matin Amis – Pósfacio / agosto de 2020 – Torres

Terminei de ler Lolita de Vladimir Nabokov

A primeira vez que ouvi/escutei o nome LOLILA, foi na Prainha – em Torres – deveria estar a cabritar pelas pedras, (12 anos, ou 11) – eles eram mais velhos o C.A.M. e R.R dos S.. Estavam recrutando as possíveis Lolitas. Passados sessenta anos anos de atraso, ou setenta, compreendo o que eles queriam dizer e o motivo pelo qual riam. o certo seria pegar o telefone e perguntar: você leu mesmo Lolita do Nabokov?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s