empurrar porque não quero

E desejo tanto pegar o celular, discar o número, e dizer, mesmo não dizendo. De qualquer forma o dia ficou azedo, inquieto esquisito, não faço e nem faço este não fazer…Estou do lado errado. E tu não vais ligar. Não me importo. Juro que não me importo. Nenhuma vontade tens que dê certo. Eu estou com dor de cabeça, atrapalhada. E o dia estava/era um bom e gentil dia. Registro. Fica para amanhã, ou depois de amanhã. Ou abafo tudo e não escrevo. É assim, falta – me coragem. Beth Mattos – agosto de 2020 – Torres -Eu vou dormir, fora/sem ser hora de dormir para não te encontrar, nem explicar, afinal, não queres mesmo me ver. Amanhã eu vou telefonar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s