qualquer coisa de ridículo

Há qualquer coisa de ridículo na necessidade de voltar ao passado, ou premência em se apoiar no desconexo. O que ficou para trás, os lampejos de juventude e expectativa, iluminam, mas não definem mais nada, afinal, ficou para trás, ou nunca esteve, regulamente, no presente. Há qualquer coisa de dolorido no vazio, embora este espaço enorme, aberto, que insisto em dizer meu, seja apenas imaginação e ansiedade.  E vou, insegura a procurar palavras, a conversar sozinha comigo mesma, vigiar as calçadas e as sombras.  Fico triste porque estou triste, eu de natureza alegre e corajosa. Fico triste.  E penso logo no bom sono. Depois, abro o primeiro livro que vejo e começo a ler, assim, aos pedaços. Num encontro tipo mosaico, brinquedo de encaixar. E encontro o que gostaria de ter dito/escrito.

“Les mots sont souvent mon refuge, jusqu’á l’ aube, et parfois les letres se mélange à mes rêves aux fronteires de la somnolence.” (p.15) David Foenkinos  Nos séparations

Palavras, seguidamente / quase sempre são o meu refúgio até o amanhecer, e, às vezes, as letras se misturam com meus sonhos na fronteira / no limite da minha sonolência. Talvez eu esteja o dia inteira sonolenta a me esconder atrás de alguma gasta lembrança. E esta memória se agarra nos indefinidos sentimentos que se grudaram em mim, como pesos pesados / grilhões / de uma prisioneira. Beth Mattos – outubro de 2020 – Torres

Embora eu tenha escutado tua voz firme e certeira, como apenas tua voz soa, eu estremeço. Tropeço nas palavras. Elas ficam/ se mostram inúteis, resvalam, e eu me sinto ridícula. Por que insisto em te pensar? Se me perguntares não saberei responder. E idiotamente eu pedirei desculpas, esperando que me perdoes.

Aquarelas de Petya Taneva

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s