Jean Marie / Antoine / Paul / Jean Pierre, um fantasma

Domingo avança morno. Ruídos atravessam as janelas, mesmo fechadas, e me aborrecem… Liguei o rádio. De onde estou posso ver as folhas verdes. A porta-janela da sala está com respingos verdes das novas folhagens, altas e esparramadas para esconderem as janelas do outro prédio. Ias gostar. Sexta-feira, afundei-me na compra de um mar verde em vasos de diferentes tamanhos; verdes e verdes pra fazer o jardim no estreito corredor-balcon da Independência: dívidas indevidas/compras e compras. Eu e as compras!

Sábado, fui ao cinema ver DOGVILLE excelente filme, talvez o melhor… Agora deitei, não. Estou sonambulando (fantôme)pela casa.

Quero te escrever em francês, vou comprar um dicionário eletrônico para resolver tantas dúvidas!!! Agora, tudo é em português: Porto Alegre.

Nostálgica saudade que sabe ser diluída nas impossibilidades. O curto tempo dos nossos encontros, Diferentes. Não imaginei nenhum rapport homem versus mulher onde beijos e abraços se evidenciariam, importantes. Aconteceu, lembro a doçura dos beijos, enamorados estávamos pela possibilidade, ela mesma, do enamoramento. Que vontade eu tive de me deixar inteira e acarinhar. O calor, a exaustão, mesmo os desencontros, os impulsos nos fizeram felizes. Gostei quando tu me olhavas e tocavas avançando no prazer de cada pedaço do corpo. E, naquele momento, eu não era uma mulher, mas um braço, um pescoço, um rosto, uma boca. O egoístico momento em que somos possuídos pelo desejo do outro. O prazer vai descendo lento, manso e morno para chegar ao momento certo. Perfeito. O cheiro da tua pele, do teu corpo a entrar/caminhar pelas narinas. Apalpei a vida.

Por que não fui ao teu encontro? Não tinha certeza. O corpo cansado, a cabeça confusa. Éramos possíveis amigos, aceitar a luxúria como normal, sem ter mais trinta anos parece indecente. Estamos velhos, os dois. Agora, os sonhos se concentram na proximidade das ideias, das longas conversas, de um toque manso. Elizabeth M.B. Mattos – fevereiro 2021 – Já em Torres

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s