feliz triste aguento, te amando

Damos risadas! Nem tua camisa rasgada, nem meu vestido de cinquenta anos, nossos olhos sonolentos…, ninguém toca. Sem sapatos nos debruçamos no parapeito da janela num abraço. Não me faças cócegas! Temos que limpar /fazer/ e sacudir nossos lençóis, vou deixar os travesseiros tomando ar…Beth Mattos / março de 2021

Mas o que é , afinal, uma noite? Um curto espaço, especialmente quando a escuridão diminui tão cedo, e tão cedo um pássaro chilreia, um galo canta ou um verde desmaiado se aviva, como uma folha revirada no oco de uma onda.

Atrapalhados nesta proibição proibida de nos vermos, e nos vemos e nos apalmamos. Pandemia, epidemia, rodoviárias e aeroportos, bares, e praças fechados, somos nós, desavisados, a transgredir.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s