adormecer

Limite de compartilhar: vida, vida, vida… Assumir compromisso. Cada amanhecer uma gota: lágrima, energia amorosa. É preciso adormecer: o sono e a despedida. No imaginário a eternidade do dia existe… Eternidade? Quem amamos… Amar, ceder, aceitar: compartilhar. Despedida solitária. Adormecer definitivo. Nada, ninguém substitui a vida solitária, a vida solitária… Elizabeth M. B. Mattos – abril de 2021

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s