banalidade

temperatura de inverno num outono delícia, colorido no cinzento das manhãs a se desenhar aos poucos, ensolarar, gosto, gosto muito

e tropeço nas banalidades: comida deliciosa (feita por mim), prazer de bom sono, de preguiça se esticando e depois atropelos de envelhecer, idas ao médico, ao dentista, ao céu e ao inferno, tudo no mesmo dia. O que posso fazer? aceitar. A lareira com fogo crepitando, gemendo e conversando, um bom vinho beaujolais, depois contar as moedas porque sábado vou a feira comprar bergamotas e laranjas… a vida sem roteiro. Beth Mattos – junho de 2021

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s