Niels Lyhme de volta

De volta com Jens Peter Jacobsen: meta e retorno. A volta pela ladeira florida do campo que pode me levar de volta… O cuidado da palavra embalado no prazer do corpo: sexual, excitante, sensual… vibra. As certezas se chocam, e se espatifam pelo chão… Quase não respiro. Um dia enfiada na cama a refazer os trajetos mentais necessários para voltar. De volta para mim… E a doçura vai me conduzir. Elizabeth M.B. Mattos – Torres 2021 , volto a Belo Horizonte e amo o amor, gosto do verdejado a cada volta possível…todas tantas voltas.

Pouco a pouco o passado foi se esbatento, a saudade diminuindo: ela ainda vinha em certas tardes silenciosas, ao crepúsculo, quando o adeus do sol iluminava a parede do quarto solitário, e o chamado distante e monótono do cuco, cessando de repente, ampliava o silêncio; – então chegava de repente uma saudade que invadia tudo, que penetrava no coração; mas ela não o afligia mais, ela vinha tão suave, tão de leve, que era até meio doce de sentir, como uma dor amortecida.” (p.91) Peter Jacobsen – Niels Lyhme

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s