revenant / fantasma / aquele que retorna

Enquanto penso em voltar a te escrever, e te contar depressa novidades que se aproximam e me modificam…, afundo nesta biografia Freud. Esquece / lembro/ volto e/mas igual quero dizer um pouco mais, perguntar outro tanto, és o meu revenant (aquele que retorna) Ah! Se pudesse explicar do jeito que ficou meu cabelo, ou do meu ânimo! E da última tarde… Contar de anotações feitas ao longo de conversas, registros, de pensação e estranhezas… Consigo ‘segurar’ as vontades… Não envio carta, tenho medo. Obedeço. Respeito o desaparecimento. Assim mesmo enumero autores e livros que poderiam te interessar. Como se um trajeto, um caminho especial e único pudesse mesmo redesenhar, amorar, azular o teu mundo. Renuncio. Estou a me lamentar e me escondo na caixa de papelão, no meio das cartas, apertada entre memória e imaginação, e teimosamente, eu te espero. Elizabeth M.B. Mattos – agosto de 2021 Torres

“Dirigi então a Z.M.C. um olhar penetrante. Ante meu olhar fixo, ele empalideceu; e sua forma tornou-se indistinta e seus olhos adquiriram um tom azul doentio – e por fim ele se dissolveu. Fiquei muito satisfeito com isso e compreendi então que Ernest Fleischl também não passara de uma aparição, um ‘revenant’ [fantasma’ – literalmente ‘aquele que retorna’]; e me pareceu perfeitamente possível que pessoas assim só existissem enquanto se quisesse, e que pudessem ser descartadas se outra pessoa o desejasse.” S. Freud Interpretação dos Sonhos. ES,V,(p.454)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s