atrás das garrafas

Atrás das garrafas, no depósito, encontrei o bilhete e a poeira! Uauuu, encontrei o tempo, e um te amo: mágica! Quem será? Quem ama quem, sei lá! Importa? O bom de tudo isso é a ronda… Elizabeth M.B. Mattos – agosto de 2021 – a rua bem deserta, e o frio encolhido…, um danado de um silêncio!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s