nenhuma gota de chuva

Não sei quantas vezes virei/revirei/ ou dei voltas. O mundo de cabeça para baixo, nem sei quantas vezes vou conseguir virar, e acordar e levantar, dar risada e ter força e fazer: sigo lavando a roupa, passando, fazendo a comida, e já um pouco sem vontade de caminhar…, comprar, comprar um chapéu, voltar e ir. Depois ficar. Dormir mais e acordar depois de dormir. Quantas vezes vou conseguir virar o mundo de cabeça baixo, e fazer de conta que está tudo certo? São as palavras! Não é o mundo!? Tudo fantasia e invenção! Dolorido! Dói mesmo, mas o que posso fazer para melhorar? Tirar a roupa? Entrar no mar e voltar perfeita, bonita, feliz!? Elizabeth M.B. Mattos – janeiro e 2022 – Torres. Nenhuma gota de chuva!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s