roupa branca

Meu amigo querido, meu querido amigo: duas semanas tem cor/cheiro/tamanho de tanto! Como se tivesse sido ontem o abraço. Eu me ocupo o dia inteiro, transformo numa maratona de fazer o dia que vai esquentando até estourar! Que verão! Tua viagem se prolonga, e teu sossego, teu brilho se energizam, eu sei. Logo estarás de volta! Enquanto isso, eu leio em voz alta para dividir as minhas vagarosas leituras. Eu atravesso o tempo, meu querido: “Naquela vez, o ano já estava avançando em várias semanas; era primavera, mas um daqueles dias muito quentes em que o verão se anuncia com ondas de fogo, que o corpo ainda não habituado suporta muito mal. O rosto de Gerda estava abatido e magro. Usava roupa branca, e seu perfume era como linho branco posto a secar numa campina. (Pode alguém escrever assim? não imaginas a campina e sentes o cheiro do linho e da mulher? que perfeição! precisava te mostrar.) As venezianas estavam baixadas em todos os quartos, e a casa pairava numa penumbra recalcitrante, com setas de calor de pontas quebradas varando aquele obstáculo pardo. Ulrich tinha a impressão de que Gerda era feita inteiramente dos mesmos panos de linho recém-lavados que vestia. Era uma sensação totalmente objetiva, e ele poderia calmamente vê-la despindo um a um esses invólucros sem sentir nenhum impulso amoroso. Essa mesma sensação se repetia agora. Aparentemente era uma intimidade muito natural, mas vã, e os dois tinham medo dela. (p.223) Robert Musil O Homem sem Qualidades

Lembro a longa/misteriosa conversa confidência (a bebericar o Pinot Noir): ‘mulheres a se vestirem eram/são as mais fascinantes’, confessas. Hora/momento em que tudo/ou nada vai acontecer. Sentido oposto: alguém deixa alguém, e a cabeça ferve. Despedidas roubam a cena! E tu me roubas o fôlego, eu me atravesso na tua voz para ler o parágrafo, na hora incerta: assistes ao jogo de Bia Haddad no Aberto da Austrália. E já me preveniste que não vais atravessar os livros sugeridos. Tu me olhas / é o beijo. Elizabeth M.B. Mattos – janeiro de 2021 – Torres

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s