JMVCLWXY

Quando passo horas e horas com uma criatura imaginária, ou que viveu no meu passado, noutro passado, não é mais apenas a inteligência que a concebe, é a emoção e a afeição que entram em jogo. É a mágica, o possível: calo o meu pensamento, escuto a voz: o que este indivíduo tem a me dizer, a me ensinar? E quando eu o ouço bem, ele não me deixa mais. Esta presença é quase material, trata-se de uma ‘visitação’. Estamos, de fato, juntos. Eu me acalmo, e me inquieto com sua possível dor, com sua possível insônia, com seu sonho interrompido. Mas, imediatamente, eu me aconchego no seu abraço, sinto o se hálito. E durmo. Elizabeth M.B. Mattos – fevereiro de 2022 – Torres

acho que jamais renuncio a uma criatura que conheci, e não posso me separar dos meus amados amores, assim , muitas, e tantas vezes, estou a beber chá com FT, ou a comer arroz integral; estou a telefonar, às duas da madrugada para JAK; e posso ir ao seu encontro às três horas da manhã para beber duas taças de vinho. PHF conversa comigo, pontua, explica. E, e beijo demorado, no abraço de ZM se desmancha no sonho bom de nunca envelhecer. Eu me encontro, outra vez com Paulo Sérgio na Ponte Aérea do tempo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s