sem dizer, apenas desabafo

o outro,, na verdade, nos olhamos e nos vemos na outra pessoa, esquisito escrever assim, mas a vontade pode ser minha, ótimo, mas também recebo sentimentos / intenções / desejos e fobias

se analiso, não são minhas, não genuinamente, serão do outro?, mas, absorvo.

devo me afastar / ou separar / proteger, mas também enfrentar / resolver. Aceitar,

aquietar pode ser isso / escrever pode ser isso / ler pode atravessar limites.

Eu resolvo, mas como explicar, ajudar quem não resolve? Como conviver sem resolver?

ah! deveríamos ser mais poderosos / proteger quem amamos do sofrimento! mãe e pai tentam, mas não conseguem sempre / talvez a gente possa mesmo usar de mágico ou de feitiço! Elizabeth M.B. Mattos – março de 2022 – Torres no meio de um frescor abençoado

aquela história de ser ilha, às vezes, parece tão lógico! mas quando temos filhos, arquipélagos não resolvem / temos que estar na mesma terra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s