sem querer

Não quero ver, não quero me importar, mas estou sempre a enxergar e aqueles sentimentos desarrumados saltam, entram e ficam a me espreitar outra vez. Dizem que é preciso olhar de frente, enfrentar, resolver. Bah! Tão fácil dizer, aconselhar, mas…Fico ‘possuída’ e nada me diz respeito diretamente, como fazem, como vivem, o que gostam ou deixam de gostar não me diz respeito…, mas lá estão a se revirar dentro de mim e interferir. Às vezes penso em me mudar, sair daqui, eu me afastar, mas por que faria isso? Estou super acomodada, o meu lugar é lindo, aliás, o mais lindo, o melhor, não por ser meu, mas porque é. Eu tenho que me ocupar. Desviar. Não escutar…Ah! Tudo um desabafo! Vou ter que resolver. Sim, eu vou resolver. Adoro o outono! Elizabeth M.B. Mattos – março de 2022 – Torres

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s