Pensar: trabalho invisível

E por ser invisível, mal remunerado. sem pensar vou a caminhar pela superfície e vejo o mais o menos de tudo, até ouço mais ou menos…E durmo menos, Ah! o grande sonho do bom sono atirado no cansaço daquele trabalho braçal, útil, importante: uma jornada! Ainda não bebi o café com leite, ainda não comecei o dia. Que frio está fazendo neste danado fim de maio! Como será escaldante o verão! Os excessos! Tantos excessos! Preciso do menos. Elizabeth M.B. Mattos – maio de 2022 – Torres

2 comentários sobre “Pensar: trabalho invisível

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s