tu e o vento / tu e tua beleza / tu / tua instabilidade alegre

se eu pudesse dizer, abrir aberto o desejo fechado, eu te contaria todas as histórias, e tu compreenderias

se eu pudesse…

eu queria que o amor brotasse de novo, assim como a grama cortada. Ele deve, desta vez, eu te prometo, crescer diferente, assim como os dentes das crianças, o cabelo, as unhas. Ele deve crescer como quiser e tu entenderás do céu, da calma, e da paciência.

tão cansada passei o dia, dolorida, cansada. Assustei-me com o gelo do lençol e depois com o calor que veio quando me dei. E dormi a tarde comprida, e entrei na noite. Elizabeth M.B. Mattos – junho de 2022 –

2 comentários sobre “tu e o vento / tu e tua beleza / tu / tua instabilidade alegre

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s