nunca renuncie

“Nunca renuncie, Catherine. Você tem tantas coisas dentro de si, e, a mais nobre de todas, a noção de felicidade. Não espere apenas a vida de um homem. É por isso que tantas mulheres se enganam. Mas espere-a de si própria.” (p.96) Albert Camus A Morte Feliz

Um Natal abafado e sem conversa, debaixo de uma pedra, entre outras pedras, um rio passa, a chuva deve chegar e fazer tudo desaparecer em baixo da água, mas, por enquanto um abafado estranho: eu insisto em respirar, eu insisto em limpar, eu não desisto. E arrasto o tempo. Alguns foguetes sacodem o céu: não desistiram de fazer estes estalos assustadores. Os cães tremem. E o sono, o sono se esconde noutra pedra o que dificulta a tal paz da noite. Elizabeth M. B. Mattos – dezembro de 2022 / Torres

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s