As árvores

e ele

Era estranho ver que cada árvore tinha uma personalidade diferente, expressa através da postura única que cada uma delas adotava, e também pela aura criada pelo conjunto de troncos e raízes, cascas e galhos, luz e sombra. Era como se falassem. Não como vozes, claro, mas com aquilo que eram, como se estendessem os galhos direção à pessoa que os observava. E era somente a respeito disso que falavam, a respeito daquilo que eram, e de nada mais.” ( p.80-81)   A Ilha da Infância, Minha Luta 3 . Companhia das Letras. Karl Ove Knausgård

images.jpg livrosdownload.jpg KARL

Um comentário sobre “As árvores

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s