Da próxima vez

Duas fotos

Da próxima vez irei ao teu encontro com sapatos de saltos altos e batom. Da próxima vez estarei com brincos importantes, impecável vestido que cobrirá os joelhos. Terei um lenço de seda enrolado no pescoço. Escolherei o anel certo, pesado, mas sem pedras preciosas, ouro com ouro, e as unhas estarão vermelhas. As mãos tratadas, o corpo perfumado. Da próxima vez levarei frutas como presente, não chá, nem livro. E abrirás o vinho adequado para a hora que se propõe adequada. Não pedirei uísque nem tantos copos com água …  Beberei bebericando, serena. Comeremos comedidas fatias de queijo, e beliscaremos nacos de baguete, como os franceses. Uvas, maçã e morangos serão o perfeito. Delícias do fim da tarde rosada e gostosa. Um abraço cheio de cerimonia e cortesia. Da próxima vez nos sentaremos na ponta do sofá, cruzarei as pernas, uma sobre a outra, e elas se alongarão elegantes cobertas por uma meia de seda bem fina, acinzentada. Então colocarás um vinil de Mozart. Uma Sonata para lembrar George Sand e Chopin. E teremos a conversa comedida do segundo encontro. Sem talheres e mesa para nos confundir. Estaremos nós dois na boa cerimônia da elegância. E depois de meia hora a conversar sobre pintores e a olhar livros de arte a chuva surpreenderá o céu com raios e trovões. Não ousarás me tocar porque estou com a cor certa nos olhos delineados, e o cabelo impecável num coque trançado. Daremos um pequeno sorriso e abençoaremos a natureza que alonga o encontro. Elizabeth Mattos, Torres.

BAGUETE

3 comentários sobre “Da próxima vez

  1. O que acontecerá da próxima vez, já aconteceu. Estou maravilhado. Também estou grávido. A gravidez de elefantes dura doze meses. A minha gravidez é a gravidez de uma manada de cinquenta elefantes na savana africana. Corresponde a cinquenta anos de um pensamento grávido que deu a luz à maravilha no instante em que vi tuas fotografias da época em que me apaixonei por ti. Fiquei profundamente tocado, comovido pela sutileza da sensibilidade que revelas na tua escrita, nas tuas fotos e nos menores detalhes, como na foto da bicicleta com a baguete francesa. Tudo isso me faz perguntar: Tua alma é um mar ou um céu estrelado ?

  2. Beth, primeiro as fotos estão lindas, depois quero parabenizar o querido que merece este texto tão sutil e lindo que descreveste.
    Bárbaro , bj

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s