do eu e do meu

“A amizade dos dois jovens se baseava na divergência entre seus sentimentos do eu e do meu, os de um ansiando pelos do outro. Pois a encarnação causa isolamento, o isolamento cria diferenças, a diferença provoca comparações, das comparações nasce desassossego, o desassossego faz surgir o espanto, o espanto tende para a admiração, a admiração, finalmente, tende para o desejo de troca e união Etad vai tad. Mútuas. Isso é aquilo. O preceito se aplica sobretudo à mocidade quando o barro da vida é ainda maleável e os sentimentos do eu e do meu ainda não se petrificaram na divisão da personalidade isolada. ” (p.12-13) As Cabeças Tocadas, Thomas Mann, Ed Globo, Porto Alegre,1945.

As cabeças trocadas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s