longa

Oficina Francisco Brennand 2017 / Recife / Pernambuco

FALANDO no restaurante

1.

despedida  sombria, ou triste = envelhecer

p r o  longa  d a

Prolongada pausa. Tem ponto, ou asas, ou desvio, ….

Esperançamos, tu e eu = eu e tu, nós.

2.

Agarra minha mão, sou eu sorrindo / sou eu,  … tenho pressa. Esta lágrima escorrega, molha… Está frio neste verão.

3.

Escrevo penso, penso: eu eu eu tu tu tu você você  nós você que veio ao meu encontro, ou fui eu que me lancei nos teus braço, abraços, beijos, sem pejo?

Mar, areia, céu:  lista de amar o amor que nos ama : abraçar apertar aquietar, ou consolar. …

Envelheço, –  m  a  i  s  vagar devagar divagando … Envelheço inquieta …, e te peço amigo amor amado: segura minha mão, não consigo ver nada. Então, tu me abraças. Elizabeth M.B. Mattos – janeiro 2018 –

Sou eu a menina no jardim da casa Vitor Hugo, 229 e, a moça Joaquina, morava conosco em Petrópolis.

Joaquina e eu pequena

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s