não pise na grama

A literatura de Henry Miller é o testemunho de uma vida febril, o depoimento de um homem que, relutando em participar da engrenagem social, ressalvou sua liberdade para ler, escrever e pensar. Tento seguir o caminho, tento …, preciso seguir, dizer escrever, chorar, gritar e ser mais feliz, mas fico nas beiradas a me esquivar. Preciso da palavra deles pra me expressar. Medo. Tenho qualquer coisa represada que me assusta, e ou, me falta ânimo, não sei, acho que não vou saber nunca. Grito por socorro! Apenas peço socorro! Não basta. Não avanço. Não luto. Escorrego. Uma timidez-vergonha covarde. E me escondo nos livros, ou me revitalizo com livros, não sei. Na verdade este não saber imobiliza … Elizabeth M.B. Mattos – julho de 2018

Uma pessoa que acredita apaixonadamente e age desesperadamente com base no que acredita. Eu sempre acreditei em algo e assim me meti em encrencas. Quanto mais batiam minhas mãos mais firmemente eu acreditava. Eu acreditava –  e o resto do mundo não acreditava! Se fosse apenas uma questão de supor castigo, a gente poderia continuar acreditando até o fim. Mas a maneira do mundo é mais insidiosa. Ao invés de ser castigado, você é minado, solapado, tiram – lhe o terreno em baixo dos pés. Não é sequer traição […] É um negativismo que o leva a exceder -se. Você está perpetuamente gastando sua energia no ato de equilibrar -se. É dominado por uma espécie de vertigem espiritual, cambaleia na beira, fica com os cabelos em pé, não pode acreditar que por baixo de seus pés exista um abismo imensurável. Isso acontece devido a excesso de entusiasmo, devido a um desejo apaixonado de abraçar pessoas, de mostrar – lhes seu amor. Quanto mais você se estende em direção ao mundo, mais o mundo recua. Ninguém quer amor verdadeiro, ódio verdadeiro. Ninguém quer que você ponha a mão e suas sagradas entranhas […] Enquanto você viver, enquanto o sangue ainda estiver quente, tem de fingir que não existe sangue, que não existe esqueleto por baixo da cobertura de carne. Não pise na grama! Esse é o lema pelo qual as pessoas vivem.” (p.58-59) Henry Miller  Trópico de Capricórnio

2 comentários sobre “não pise na grama

  1. Se pisar na grama vai resultar em confusão com o adventor, nunca plante grama.Quanto ao resto do mundo, já esta explicado por sí. O importante é apenas essa pessoa que lógica indicam.Brio.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s