pudor da idade

“Durante toda a noite pesadelos circulam pela minha cabeça como a água pelas guelras de um peixe. Quase de madrugada acordo para descobrir que a casa não foi reduzida a cinzas nem fui abandonado em minha cama como um doente incurável. ”(p.251) Philip Roth  O professor do desejo

Não quero terminar o livro, este nem vou começar. Outros gostei tanto!  Escreve/diz o que não posso dizer, sequer pensar … Entrega total. Idade define a leitura? E autores. Sinto medo. Ou levanto barreiras. …, qualquer coisa de pervertido na palavra, ou acanhamento meu? Falta coragem! Ele, o grande. Tantos livros lidos. Agora engasgada. Uma vez me disseram, com orgulho: li O Teatro de  Sabbah -, tanta pompa nesta afirmação! Eu tinha lido O fantasma sai de cena.  Gostei muito e muito e muito. …, Animal agonizante. Vi também o filme baseado no livro. Comprei e li outros livros dele, outros.  … , e agora a confissão:  não consigo terminar O teatro de Sabbah, recomeço e largo. Pudor? Não sei. Inadvertidamente comprei O professor do desejo. Outra vez, não consigo ler. Serão leituras barradas pela idade avançada? Estou tão tão e tão petrificada? É isso envelhecer? Censura na clausura. O que será? Já não posso ler o que desejo, ou  … ? Não. Autor fantástico. Tradução boa, editado pela Companhia das Letras. O  tema: sexo desejo. Desgoverno, sensualidade. Luxúria. Idade interfere. Não sei se é bom ou ruim. Fico penalizada. Beth Mattos – dezembro de 2018. Empacotando livros para presentes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s