tão de perto

Tenho que me esconder do sono, não sei bem como arei isso, ele me persegue tão de perto! Se eu tivesse certeza dele ser mesmo ele, o sono! Mas não tenho… Ansiedade e inquietude também me assombram, e me perseguem. Medo, desejo, uma paralisação! Tantos sustos! Bom este hoje se agitou com roupa lavada, passada, sol e beleza e agora  este vento gelado cinzento! Tudo muda tão rápido! Elizabeth M.B. Mattos – julho -Torres

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s