De poemas

O coração tem bordas estreitas

E, feito o mar, se mesura

Por um poderoso baixo contínuo

E monotonia azul […]

 

The Heart has narrow Banks

It measures like the Sea

In mighty – unremitting Bass

And Bleu Monotony

 

EMILY Dickinson – Poemas Escolhidos – Seleção, tradução e introdução de IVO BENDER – (p.69) LPM Pocket

À exceção de Kafka, não lembro de nenhum escritor que tenha expressado o desespero com tanta força e constância quanto Emily Dickinson.” Harold Bloom

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s