o proibido

Silêncio e susto se avizinham. Limpo, limpo, aspiro, seco, lavo, e lavo. Obsessivo. Esparramo livros pelo tapete, descuidada.mesa sombrio e beleza Inquietude barulhenta. E a chuva do calor. Sou eu a pensar o proibido. Beth Mattos – outubro em Torres com tanta chuva! Necessária e importante tempestade…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s