sem entender

“Num mundo onde tudo precisa ser instantâneo, rápido, sem esforço, sem observação, sem investimento de mim mesma no que faço, e sem dor, as pessoas escavam (ou abstraem) alguns pedaços da teoria de alguém, algumas ferramentas conceituais, e as passam aos outros  como “salvação”. Isso é charlatanice.” (p.45) Barry Stevens Não Apresse o Rio Ele Corre Sozinho

No meio da leitura, sonâmbula no sonho.  Desafeto. Fico encabulada. Depois, eu sigo a encher potes com chocolate.Não abro janelas, nem portas, e não falo. Escuto.

Dias natalinos. Absoluta liberdade. Vou pegar um barco e viajarei para MACAU. Meus passos. Beth MattosIMG-20191129-WA0017.jpgIMG-20191129-WA0018.jpgIMG-20191129-WA0013.jpgIMG-20191129-WA0001.jpgIMG-20191203-WA0003.jpg

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s