eu era tão menina…

Envelhecer, perder pedaços e não encontrar bordas! E perder referências… O filtro. Memória apertada. Lapsos e estranhezas! Envelhecer surpreende. Reconheço o corpo, cada músculo. Os ossos conversam. E o tempo grita! Não sei responder. Pensar exagero. Olhar/ver assusta. O que nunca enxerguei aparece, e reconheço. O nunca imaginado existe e se exibe. Dois anos, três anos e eu era tão menina! Beth Elizabeth M. B. Mattos ainda em Torres 2019

2 comentários sobre “eu era tão menina…

  1. Olhar para o passado é uma tarefa difícil , pois temos um padrão de compará-los com os momentos atuais de nossa vida.
    Não é justo !
    Penso que nossa vida é uma história e suas circunstâncias.
    Cada momento tem sua cor , sua dor , sua alegria, sua felicidade, sua tristeza…
    Compare o comparável, teremos sempre muitas lembranças da beleza e dos sofrimentos, os dois se misturam no andar da vida !

  2. Tens absoluta e completa razão Lucidez! Importante. Assim mesmo escrever faz esta volta, uma mistura de ficção com realidade. Sim! Tenho um neto fazendo 20 anos hoje! Coroamento e isto é vida! Beleza! Incomparável!
    OBRIGADA pela mensagem! Te gosto tanto!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s