de mim

quero me esconder no sono,

e o sono se espalha pelo chão, e desaparece enfeitiçado de palavra, e me sufoca

quero voltar, e sem caminho/ou estrada/ ou sentido eu me perco

olhos nos teus olhos, eu me perco de mim, em ti

sem rumo, não estou, encolho na tua voz

e não chegas

beth mattos / Torres / fevereiro de 2020

branco e preto na mesa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s