do frio

Inverno de menina. Frio da infância. Será que as estações voltaram para o lugar certo? Encontros inusitados com conexões perdidas… Rir e festejar, renascer. Há tempo de cuidar/zelar/renovar o planeta. A terra desta quarentena, cheia de baobás… Beth Mattos – junho de 2020 – Torres

Fiquei sabendo que há no planeta do pequeno príncipe, como em todos os planetas, ervas boas e más. Portanto, há sementes de ervas boas e sementes de ervas más. Porém, elas são invisíveis. Dormem no seio da terra até que uma delas decide despertar. Então, ela se espreguiça toda e cresce na direção do Sol, como um delicado raminho. Se for uma semente de rabanete ou de rosa, não há porque se preocupar com seu crescimento. Mas se for uma planta daninha, uma erva má, deve ser imediatamente arrancada. Ora, havia sementes poderosas no planeta do pequeno príncipe…sementes de baobá.” (p.30)  Antoine de Saint- Exupèry – Pequeno Príncipe – Editora Geração – Tradução de Frei Beto

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s