peste e guerra

Nunca estive na guerra, ou campo de batalha. O sangue a escorrer dos olhos… Mesmo cegos atiraram. Atiraram sem parar. Virulência absurda, parece ficção, mas não é. Querem  a guilhotina… Foi promessa. Céus!E.M.B. Mattos – Os ratos saíram das tocas, vorazes.  É a peste. julho de 2020

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s