branco no branco

Branco, no branco e aquela angustia azul, misturada com vermelho da terra, e não é nada, mas vazio. Beth Mattos – fevereiro de 2021 Torres / não sei nada, nem do acaso nem da saudade chorosa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s