ainda bem cedo

15 de fevereiro de 2021 ainda bem cedo. Tem dias de não dizer nada, de  silêncio povoado com ideias, resmungos e vontades bem gordas. De praia de mar de sol e de cerveja. De namorar: fazer história. Gosto de café com bolachas, vontade sem força. Desmaiada preguiça. O corpo não comanda, não diz, não reclama, se acomoda…De volta pro teu lado. Visita perfumada, teu sorriso manso, teu gosto amargo de cansaço, teu sono. Eu gosto. Por que não ficas! Imagino o beijo o abraço outro beijo e me vou a sonhar nos teus braços. Depois tenho o dia, o vinho, um sonho e a vontade. O que se faz com a vontade, o desejo e toda esta ausência! Olho nos teus olhos, preguiçosa, eu também. Melhor dormir dormir dormir. Elizabeth M.B. Mattos – fevereiro de 2021

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s