mundo plural

Atravesso o livro. Releio autor amado (ah! os que fazem estremecer). Assombrada e misteriosa conversa. No texto, no fragmento, a voz se esconde, ou te procura. Sentimento inexplicável (preâmbulo)… És o amado ausente, e tão incrivelmente, paradoxalmente, próximo. Abro o livro. Em voz alta começo a ler, quero teus olhos…, também teu desejo.

Estão, constantemente, à espera, sempre prontos e determinados a seguir o rastro de uma aventura até a beira do abismo. Estão sempre carregados de paixão, mas não a do amante, e sim a do frio, calculista e perigoso jogador. Entre eles, há os persistentes, para os quais, desde a juventude e por toda a vida, essa expectativa torna-se uma aventura eterna; para os quais cada dia se dissolve em uma centena de pequenas experiências sensuais – um olhar de passagem, um meio sorriso discreto, rápido e silencioso, um roçar acidental de joelhos – e cada ano em centenas desses dias; para os quais a experiência sensorial constitui a fonte que flui eternamente, nutrindo e aquecendo suas vidas.” (p.13) Stefan Zweig Novelas insólitas

Tu me olhas inquieto. Não dizes nada. Talvez porque eu saiba o que sentes…, fecho o livro, e vou escrever. Tenho cartas a responder, outras a decifrar, este mês de abril me inquieta. Releio o início de Segredo Ardente. Estou a descoberto, entregue. Escondida de mim mesma, ainda a me despedir de um amor arrepiado…, o teu. Eu não entendo o porquê deste dessossegado inquieto. Eu te penso. E me encolho neste necessário silêncio… Ah! O filme, a fantasia, e a tal vontade de voltar para a vida sacudida de Porta Alegre. O passado me inquieta… Eu não pude escolher, apenas reagir. Elizabeth M.B. Mattos – abril de 2021 – Torres

2 comentários sobre “mundo plural

  1. Como uma mulher pode, ao mesmo tempo, ser tão linda e tão intimista? Não pudeste escolher por teres sido sempre multi escolhida, não te davam espaço para tal.A viagem que cultuas em tua vida interior te confere uma qualidade superior. Na paixão da adolescência esse traço ainda não se vislumbrava. Bjs

    • eu nem sei o que responder / eu sempre soube que eras brilhante, inteligente, e eu te achava tão, tão, tão lindo! agora, não sei como festejar, somos amigos de data tão inesperadamente longa! vou telefonar para te dizer OBRIGADA pelo comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s