setembro

Vento vento vento desta primavera que conversa, mistura confissão com fantasia, inventa, alucina e inventa venta. Inventa. Hora diz noutra hora nega…,confunde. Venta. Se agita, e depois se aquieta…, confunde. Venta. Se agita e depois se aquieta e pergunta. Não espera. Se domingo fosse, mesmo domingo…, o dia não dizia, mas calava quieto, acarinhava. Mas como venta! Venta voa, sacode…, eu espero. Elizabeth M.B. Mattos – setembro de 2021 – Torres

cores dobram, enlouquecem abençoam e iluminam

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s