friso

Repassar o já dito: prazer. Caminho de espinhos. Gramado macio: teu olhar inquieto, se resolve… Tanto para contar/refletir neste sentir, escoa vontade / gozo / palavra. Agitação no vagar da escuta. Estás aqui, tão bom! Para escrever o tempo se arredonda. Voltarei no teu sorriso, na resolução dos pequenos grandes desastres. Este cinzento arranha a vontade, e os desejos dão coceira pelos braços, pelo corpo…Que o vento chegue, que a chuva molhe: grama, colorido. Elizabeth M.B. Mattos – novembro de 2021

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s