semente

Não acontece/ não explode a vontade! E mesmo assim sinto o gosto perfumado da expectativa. Palavras fervem, saltam, mas se atrapalham amontoadas… Sentimentos contornados pela confiança, recheados de desconfianças. Não posso esquecer da vida a seguir/ a se multiplicar. Outra vida! Nem da caminhada, nem das aquareladas expectativas: memória, lembrança, ou passeio pela calçada!? Quero uma madrugada insone, lua, estrela, noite de verão… Quero. E gosto, gosto de te pensar, gosto de te gostar, meu querido. A cidade se agita dentro do feriado espichado! Areia vento e gente e o mar se prepara! Imaginação! Festejo o verão, guardo as tuas sementes, e vou arrancar dos cadernos as histórias… ElizaBeth M.B. Mattos / tem um gosto de tempo de ontem neste meu hoje. Novembro de 2021 – vou ter que tentar outras vezes! Vou ter que querer e desejar com mais força! E a mágica entra devagar no meu corpo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s