TERMINANDO 2022

Amiga silenciosa, ocupada. Deves estar a correr, a pontuar o aqui e o agora entre os jogos e o trabalho, entre o parque e o amado. Igual fico a pensar que não vou te ver, e, quando nos reencontrarmos (num remoto dia), sequer vais me reconhecer, tanto o tempo se sacudiu dentro de mim! Arrancou a alma, recolocou, reorganizou, e a pobre alma se imobiliza assustada. E eu? Sinto cócegas. Agitada, tropeço nos chinelos, esqueço as frutas no balcão, penso em laranja e tangerina quando as uvas estão chegando… E durmo assim agitada, com os travesseiros voando pela cama. E te escrevo longas e detalhadas cartas que desaparecem depois, tal é a desordem… Encontro um bilhete teu, depois uma carta, depois um retrato. A presença presente da amizade. Elizabeth M.B. Mattos – dezembro de 2022 – TORRES

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s